SONETO: EM OLIVENÇA, O FUTURO É DE TODOS//, por Carlos Luna


É por todos aqueles que te amaram/
que procuramos em ti, Olivença,/
a essência dos tempos que passaram/...
onde deles se sente ainda a presença!//
 
Não dizemos aos que depois chegaram/
que estar em ti é alguma ofensa./
Apenas queremos o que te negaram/
em séculos de triste indiferença.//

Acolhe tudo o que em ti há de melhor./
Constrói já um futuro para os teus filhos/
em que todos possam olhar em redor.//

Não mais segredos nos teus velhos trilhos!/
A verdade tem de ser o bem maior,/
pura, com seus raios de claros brilhos!///

Estremoz, 24 de Julho de 2014

 Carlos Eduardo da Cruz Luna

0 comentários:

Publicar um comentário